sábado, 30 de maio de 2009

Chelsea quer vencer por Hiddink

Fonte: Uefa.com

O azul vai ser a cor dominante este sábado em Wembley, onde Chelsea FC e Everton FC vão disputar a 128ª final da Copa da Inglaterra.

Consolação
Se erguer o derradeiro troféu na na conclusão da temporada é, sempre, um objetivo para qualquer clube, a vitória terá um sabor diferente para os dois finalistas. No caso do favorito Chelsea, o triunfo será um prémio de consolação após a decepcionante derrota nas semifinais da Uefa Champions League. O seu treinador interino, Guus Hiddink, afirmou: "Analisando esta temporada, a equipe gostaria de ter conseguido dar mais luta no campeonato e ter chegado à final da Champions League, mas a Copa da Inglaterra não é um troféu secundário".

Tributo a Hiddink
Os jogadores do Chelsea gostariam de se despedir de Hiddink, que após a final regressará à Rússia para retomar as suas funções como treinador da seleção daquele país, com a conquista de um título. O meia Frank Lampard explicou: "A nossa forma desde a chegada de Guus [substituto de Luiz Felipe Scolari] tem sido digna de um clube campeão – ao longo dos últimos cinco meses ele elevou muito o nosso nível. Seria fantástico terminar a época com uma vitória, para lhe dedicar".

Campanha de sonho
Quanto ao Everton, o triunfo seria o culminar de uma caminhada até à final que constituiu um autêntico conto de fadas e talvez a justa recompensa para o renascer do eterno rival do Liverpool desde a chegada de David Moyes ao comando do clube, em 2002. Enquanto o Chelsea apenas teve de ultrapassar uma equipe do escalão principal para chegar à final (o Arsenal FC nas semifinais), os "toffees" deixaram pelo caminho Liverpool FC, Aston Villa FC, Middlesbrough FC e, nas semifinais, o Manchester United FC. "Já batemos dois dos quatro grandes para chegar a esta final, por isso acreditamos que podemos vencer mais um", salientou o meia Steven Pienaar. "Empatamos diante do Chelsea duas vezes [na Premier League], por isso sentimos que, desta vez, vamos ser capazes de os vencer".

Confiança moderada
O Everton – que vai ser a equipe a jogar de azul, enquanto o Chelsea atuará com o seu equipamento secundário, o amarelo – terminou o campeonato no quinto lugar, dois lugares abaixo da turma da capital, e não tem problemas em atribuir o favoritismo ao adversário. "O Chelsea ficou à nossa frente na Liga, mas partimos para o encontro confiantes", garantiu Moyes. "Esta é, inquestionavelmente, a melhor equipe que tenho no Everton desde a minha chegada ao clube". O sempre influente Lampard ficou de fora no triunfo do Chelsea sobre o Sunderland no domingo passado, mas o único lesionado importante na equipe desde a recuperação de Michael Essien tem sido o zagueiro-central português Ricardo Carvalho. Quanto ao Everton, a turma de Merseyside terá de lidar com as ausências de Arteta, Yakubu Ayegbeni e Phil Jagielka.

Histórico
Dada a posição do Chelsea, considerado um dos quatro "grandes" do futebol inglês na atualidade, os mais românticos tenderão a preferir uma vitória do Everton, que luta pela conquista do seu primeiro troféu desde 1995. Ainda assim, são os de Liverpool que apresentam melhor histórico na competição, com cinco vitórias em 12 presenças na final, enquanto o Chelsea regista quatro triunfos em oito jogos decisivos. A magia da Copa da Inglaterra vai estar bem viva neste sábado.

Foto: Getty Images

2 comentários:

  1. vamo chelsea 3 x 1 campeão da fa cup nesse segundo tempo!!

    ResponderExcluir
  2. É CAMPEÃOOOOOOOOOO CHELSEAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir