quarta-feira, 24 de maio de 2017

Pós-Jogo: Arsenal 3x1 Everton (Campeonato Inglês 2016/17, 38ª rodada)


No último domingo, o Everton viajou até Londres para disputar sua última partida na temporada. Desmotivado e em ritmo de treino, a equipe de Ronald Koeman foi facilmente derrotada pelo Arsenal, que jogou grande parte do jogo com um homem a menos, pelo placar de 3x1. 

O jogo

Não há muito o que possa ser contado da partida. Pelo menos, não de positivo. E, claro, é preciso relativizar um pouco a terrível atuação devido ao contexto desta reta final de temporada. 

A equipe, que não conseguiu fazer boas atuações fora de casa durante toda a temporada, entrou para jogar um treino, ou no máximo, um amistoso. O Arsenal, por sua vez, ainda jogava suas chances de chegar à Liga dos Campeões da próxima temporada.

Nos primeiros minutos, o Everton foi completamente amassado, o time da casa chegou como quis. O Arsenal já tinha levado perigo duas vezes entes do gol de Bellerín, aos oito minutos.

Mas logo na sequência, aos quatorze, Koscielny foi expulso após entrada duríssima em Enner Valência, que arrancava em velocidade. Tudo indicava que, a partir daí, o jogo mudaria para os Toffees. O que não aconteceu.

Mesmo com dez jogadores, foi o Arsenal quem seguiu levando mais perigo e até, inexplicavelmente, dominando com tranquilidade a posse de bola. Koeman tentou dar mais agressividade ao time colocando Barkley na vaga de Davies, ainda no primeiro tempo. A mudança não surtiu grandes efeitos e quem conseguiu marcar antes do intervalo foi o Arsenal com Alexis Sánchez.

Na segunda etapa, com a entrada de Barry (?), o time foi capaz de manter o Arsenal em seu campo de defesa e criou algumas poucas chances. Lukaku diminuiu convertendo pênalti aos cinquenta e oito. O que não serviu para animar a equipe em busca do empate. O jogo foi se arrastando e quem levou mais perigo em contra-ataques foi a equipe da casa, obrigando Robles a fazer boas intervenções.

Nos acréscimos, Ramsey acertou belo chute no ângulo do goleiro espanhol e decretou mais uma derrota do Everton fora de casa.

Excelente campanha em Goodison Park à parte, a equipe de Ronald Koeman venceu apenas quatro dos dezenove jogos em que disputou fora de casa nesta Liga. Com certeza, é algo que precisa ser melhorado para a próxima temporada.

O Everton agora entra de férias e retorna aos trabalhos, possivelmente, no início de julho, quando começará sua preparação para a temporada 2017/2018.
Continuem ligados no blog e nas nossas redes sociais, que continuaremos trazendo informações sobre o clube, desde contratações até acertos de amistosos para a pré-temporada, durante este período sem jogos.

Estatísticas


Arsenal
Everton
Posse de bola
50%
50%
Chutes
17
22
Chutes na meta
9
7
Escanteios
4
6
Faltas
10
15
Cartões amarelos
2
4
Cartões vermelhos
1
0

Gols
http://espn.uol.com.br/videos/times/arsenal/gols

sábado, 20 de maio de 2017

Pré-Jogo: Arsenal x Everton (Campeonato Inglês 2016/17, 38ª rodada)


Apenas cumprindo tabela há algumas rodadas, o Everton chega para a última rodada do campeonato já pensando nas férias, quer dizer, no planejamento para a próxima temporada. O seu adversário, ao contrário, ainda tem muito o que ganhar, ou perder, nesta rodada derradeira. O Arsenal precisa vencer seu jogo e ainda torcer por tropeços de Liverpool e Manchester City para abocanhar uma vaguinha na Liga dos Campeões.

Novidades das equipes
O Everton não tem desfalques e nem novidades para o embate de domingo. Viaja para Londres o mesmo grupo de jogadores que participou da vitória por 1x0 contra o Watford na rodada anterior.

Já o Arsenal não terá o ponta Chamberlain para a partida. Koscielny e Ramsey devem retornar aos disponíveis após recuperarem-se de suas lesões.

Curiosidades

Lukaku pode tornar-se o primeiro belga a vencer a Chuteira de Ouro da Premier League
O Arsenal saiu vencedor nas últimas nove vezes em que disputou a última rodada em seus domínios.

Se Lukaku vencer a chuteira de ouro (está dois gols atrás de Harry Kane, o líder na artilharia), será o primeiro belga a conquistar o prêmio na história da Premier League.

Ronald Koeman enfrentou o Arsenal seis vezes desde que chegou a Inglaterra, foram quatro vitórias, um empate e uma derrota.

Escalações prováveis

Arsenal: Cech; Holding, Mustafi e Monreal; Bellerín, Ramsey, Xhaka e Gibbs; Özil, Sánchez e Welbeck.

Everton: Robles; Holgate, Williams, Jagielka e Baines; Schneiderlin, Gana Gueye e Davies; Barkley, Mirallas e Lukaku.

Transmissão: Watch ESPN (internet) - 11h00 (Horário de Brasília)

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Pós-Jogo: Everton 1x0 Watford (Campeonato Inglês 2016/17, 37ª rodada)


Goodison Park recebeu no dia 12/05 o seu último jogo da temporada. O embate que apenas fez cumprir a tabela, marcou a décima terceira vitória do Everton como mandante. Placar de 1x0 contra o bom time do Watford.

O Jogo:

Apesar de falta de apelo da partida devido a situação já resolvida de ambos os times na Liga, o jogo apresentou a competitividade esperada pelos fãs.

Logo aos 6' Ross e Gana tabelaram muito bem e o camisa 8 teve ótima chance para fazer o gol, mas o chute de canhota não foi tão forte e Gomes fez ótima defesa.

Aos 21' o jovem meia Tom Davies acertou pancada de esquerda de fora da área obrigando Gomes a fazer boa intervenção.

Até o final da primeira etapa o jogo ficou mais brigado e não apresentou nenhuma chance real de gol.

O Everton voltou do intervalo assustando. Mirallas cruzou da direita, Gomes afastou e Schneiderlin pegou bonito fazendo a bola passar por cima do gol.

O Watford respondeu com Deeney, que aproveitou boa jogada de Janmaat pela esquerda e finalizou com perigo para fora.

Aos 56' o placar foi aberto. O capitão Jagielka ganhou na defesa já passando a bola para Barkley, que recebeu com muita liberdade pelo centro, avançou e acertou chute seco no canto direito do arqueiro brasileiro.
1x0 Everton.
Ross celebra o tento da vitória dos Toffees.
Aos 63' Lukaku pegou o rebote dentro da área, se enroscou com o defensor e caiu pedindo pênalti, Friend não apitou nada e o jogo seguiu.

No final da partida o Watford chegou mais uma vez e quase igualou o marcador. Okaka ficou com a bola após duelo aéreo com Jagielka e Barry e finalizou de muito perto para brilhante defesa de Robles.
Depois disso foi só administrar o relógio e esperar o apito final do jogo e do Goodison na temporada, cortinas fechadas e 1x0 registrado.

Curiosidade: Com 43 pontos conquistados jogando em seus domínios o Everton obteve A MELHOR CAMPANHA da história do clube na era Premier League.
Vale ressaltar que em 2015/2016 os Toffees venceram apenas seis jogos em casa e tiveram o sexto pior retrospecto do campeonato.
Bela evolução!
Ficha Técnica: Everton 1x0 Watford
Gol: Barkley (56')
Assistência: Jagielka (56')
Público: 38.550
Árbitro: Kevin Friend
Cartões Amarelos: Behrami, Janmaat e Holebas.


Estatísticas 

Everton
Watford
Posse de bola
62%
38%
Chutes
15
14
Chutes na meta
6
2
Escanteios
9
8
Faltas
7
11
Cartões amarelos
0
3
Cartões vermelhos
0
0

Melhores momentos:

terça-feira, 16 de maio de 2017

Everton anuncia novo patrocinador e novo uniforme para a próxima temporada


O início desta semana tem sido movimentado para os Toffees, que já estão se preparando para os desafios de 2017/18. Como foi anunciado há alguns meses, a Chang deixará de estampar as camisas do clube ao término desta temporada, mas não havia sido revelada a marca que substituirá os "elefantes" no fardamento azul. O clube também havia divulgado uma imagem de divulgação do seu novo uniforme home, para a próxima temporada, com a silhueta de Dixie Dean e data de lançamento: 16 de maio.

NOVO PATROCÍNIO: A SPORTPESA

O mistério sobre o patrocinador acabou na última segunda-feira (15), quando o Everton anunciou a empresa queniana de apostas SportPesa como a nova patrocinadora principal do clube, substituindo a cervejaria tailandesa, que ocupava tal posto desde 2004. A Chang continuará patrocinando o Everton de forma mais secundária, destinando recursos para os trabalhos comunitários dos Blues. 

Ivo Bozukov, diretor de estratégia global da SportPesa, e Robert Elstone, chefe executivo do Everton (foto: site oficial do clube).
O contrato com a SportPesa entra em vigor a partir do dia 01/06 e será o mais lucrativo da história do clube; a empresa terá seu logotipo estampado nos uniformes do Everton pelos próximos cinco anos. Sobre o acordo, Robert Elstone, chefe executivo dos Blues comentou: "Desde o início estamos impressionados com a SportPesa e com os planos da empresa para o futuro. Nos próximos meses e anos estaremos trabalhando intimamente para concretizarmos nossas ambições juntos. Eles se comprometeram a investir significativamente, não somente no Everton, mas também na cidade, quando abrirem uma nova sede europeia que irá gerar novos empregos em Liverpool."

Nem o clube, nem a empresa revelaram os valores do negócio, mas o Liverpool Echo apurou que a SportPesa deve injetar 48 milhões de libras no Everton pelos próximos cinco anos - 9,6 milhões/ano. A matéria chegou a esses valores com base na revelação dada por Robert Elstone em janeiro, durante o Encontro Geral realizado pelo clube todo ano; Elstone declarou que os Toffees estavam prestes a receber um aumento de 75 milhões de libras com novos acordos de patrocínio de camisa e de naming rights de Finch Farm - que agora se chama USM Finch Farm. Além disso, no mesmo Encontro Geral foi noticiado um futuro aumento de 300% do valor do patrocínio de camisa - a Chang injetou 16 milhões de libras no clube entre 2014 e 2017 - 5,3 milhões/ano.

NOVO UNIFORME PARA A TEMPORADA 2017/2018

O Everton divulgou hoje (16/05) seu novo uniforme número um, que será utilizado na temporada 2017/2018.

Além de um evento fechado para alguns torcedores, onde Gana Gueye e Jagielka atuaram como "modelos", também foi vinculado um vídeo de apresentação que contou apenas com jogadores identificados com o clube e a comunidade. Tom Davies, Jonjoe Kenny, Joe Williams e Ross Barkley representaram as crias da base do clube e Leighton Baines, que sabe muito bem o que é ser um legítimo evertoniano após tanto tempo de casa, os mais experientes.

Gana Gueye e Jagielka no evento de lançamento do novo uniforme (foto: twitter oficial do clube)
A camisa apresenta diferentes tonalidades de azul e, praticamente, não há detalhes em outras cores, com exceção dos patrocinadores e da marca nas costas em homenagem a Dixie Dean. Bem diferente dos últimos uniformes usados pelo clube nas duas últimas temporadas.



O calção e os meiões seguem o padrão branco com detalhes em azul. 


O uniforme número um de goleiros tem todas as peças em um tom de laranja com os detalhes em preto.



O vídeo oficial de lançamento do uniforme:

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Pré-Jogo: Everton x Watford (Campeonato Inglês 2016/17, 37ª rodada)


O Everton recebe amanhã o Watford em Goodison Park no último jogo do time em sua casa na temporada. Ronald Koeman declarou que, mesmo sem poder ganhar posições no campeonato, os três pontos são importantes para reafirmar a força da equipe como mandante. Foram apenas duas derrotas em dezoito jogos como mandante nessa temporada.

Novidades das equipes

Após ficar quase dez meses afastado, Besic voltou a ser relacionado pelo técnico Ronald Koeman
Morgan Schneiderlin recuperou-se de lesão sofrida há duas semanas e está novamente a disposição de Ronald Koeman. Outro que retorna é Muhamed Besic, que volta a ser relacionado após quase dez meses afastado por grave lesão. Já os desfalques são muitos, além dos jogadores afastados por lesões sérias, juntaram-se a eles nessa semana o lesionado Stekelenburg e o time de jogadores convocados para a seleção sub-20: Kenny, Lookman, Calvert-Lewin, Dowell e Conolly.

Pelo lado do Watford, Tom Cleverley não poderá atuar por ainda estar ligado contratualmente ao Everton. Enquanto Holebas e Watson, possível substituto de Cleverley, retornam aos disponíveis do técnico Walter Mazzarri.

Curiosidades

O Watford está há três confrontos sem perder para o Everton.

O Everton nunca perdeu para o Watford em Goodison Park na era Premier League.

Os Toffees estão há três partidas sem marcar na Liga. A última vez em que a sequência chegou a quatro jogos foi na temporada 2005/2006.

Escalações prováveis

Everton: Robles; Holgate, Williams, Jagielka e Baines; Gana Gueye, Schneiderlin e Davies; Barkley, Mirallas e Lukaku.

Watford: Gomes; Mariappa, Prodl, Kasabele e Janmaat; Amrabat, Behrami, Doucoure e Capoue; Okaka e Niang.

Transmissão: ESPN + (TV por assinatura) - 15h35 (horário de Brasília)

Prêmios individuais da temporada 2016/2017

A última terça-feira (09/05) foi marcada pela cerimônia THE DIXIES, que premiou os melhores da temporada 2016/2017. O evento aconteceu no icônico Philharmonic Hall da cidade de Liverpool.

Como já era esperado, Tom Davies e Romelu Lukaku acabaram dominando as honras da festa e enquanto a jovem estrela ainda parecia assimilar o momento, o avançado belga fez questão de repartir as glórias com seus companheiros de time.

Davies citou como tudo aconteceu rapidamente nesse último ano e que estar na cerimônia ao lado de grandes nomes da história do Everton ainda era surpreendente.
A revelação de apenas 18 anos levou nada menos que 3 prêmios para casa:
- Melhor Jovem da temporada
- Melhor atuação individual da temporada (vs Man City, 15/01/2017)
- Gol mais bonito da temporada (vs Man City,  15/01/2017)

Sobre o reconhecimento do gol mais bonito Davies sorriu dizendo: "Foi uma ótima tarde, onde tudo deu certo e eu pude marcar o meu primeiro gol como profissional. O que eu me lembro mais é de celebrar com os fãs em frente Gwladys Street."

Tom Davies recebendo o prêmio de melhor atuação da temporada.
Lukaku disse que essa foi a melhor temporada da sua carreira e fez questão de apontar alguns nomes de companheiros de time como inspiração no seu trabalho.
Ele mencionou o desenvolvimento de Barkley, o impacto imediato de Gana Gueye no meio campo e também a liderança de Jagielka mesmo no período que o capitão esteve no banco como alguns dos pontos vitais para suas grandes atuações.
Com impressionantes 24 gols (Artilheiro da Liga até o momento), Lukaku deixou para trás Duncan Ferguson e se tornou o maior artilheiro da história do Everton na era Premier League.
Tais feitos fizeram o goleador máximo da equipe ganhar os prêmios de:
- Melhor jogador da temporada (eleito pelos outros jogadores do elenco)
- Melhor jogador da temporada (eleito pelos fãs).

A equipe sub-23 também foi lembrada ao receber o prestigiado troféu Howard Kendall que recompensa indivíduo ou grupo que tenham conquistado algo importante para o clube.
Os garotos foram dignos do estimado prêmio após a vitoriosa campanha na Premier League 2, onde deixaram para trás Chelsea, Man City e o rival Liverpool para erguer o troféu.
O capitão e talvez maior símbolo dessa conquista, Jonjoe Kenny, foi consagrado como o melhor jogador Sub-23 da temporada.

Jonjoe Kenny levanta o troféu da Premier League 2.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Pós-Jogo: Swansea 1x0 Everton (Campeonato Inglês 2016/17, 36ª rodada)


Em clima de final de churrasco, o Everton foi derrotado pelo Swansea no País de Gales no último sábado (6) por 1x0. Abraçando de vez o clima de pré-temporada, a equipe de Ronald Koeman foi presa fácil mesmo para um desesperado Swansea, que ainda luta contra o rebaixamento.

O jogo

Era mais uma rodada, apesar da posição na tabela definida, em que o Everton tinha a oportunidade de mostrar que conseguiu evoluir sua atuação jogando fora de casa. Até agora são apenas quatro vitórias em dezoito jogos. E novamente a equipe não correspondeu e atuou bem abaixo de sua média quando recebe seus adversários em Goodison Park.

O primeiro tempo foi truncado, com o Everton tendo mais a bola, mas não conseguindo levar qualquer perigo ao time da casa. Já o Swansea esperava em seu campo para em sair em contra-ataques e apostava, principalmente, nos cruzamentos para o grandalhão e ótimo cabeceador Llorente.

E não deu outra, o espanhol aproveitou bom cruzamento de Jordan Ayew - marcado por um sonolento Barry - para subir mais que a defesa e abrir o placar. O goleiro Stekelenburg também pareceu confuso no lance e acabou nem saindo e nem conseguindo fazer a defesa. Falha completa do setor defensivo dos Toffees.

Na segunda etapa a falta de motivação ficou ainda mais clara, com um quase desinteresse da equipe em mudar o placar, mesmo com um Swansea acuado, que mal sabia que não tinha muitos motivos para tal postura.

Antes do apito final, foi o Swansea que quase ampliou o placar com Ayew em finalização que acertou a trave direita de Stekelenburg.

Com mais uma derrota fora de casa, resta ao Everton apenas mais um jogo longe de Goodison Park, o Arsenal em Londres. Claro que a equipe pode encontrar motivações por ser um grande adversário, mas é bem provável que o clube termine apenas com as quatro vitórias como visitante que já tem.

Estatísticas 

Swansea
Everton
Posse de bola
38%
62%
Chutes
9
9
Chutes na meta
4
2
Escanteios
9
5
Faltas
13
11
Cartões amarelos
0
0
Cartões vermelhos
0
0

Melhores momentos

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Pré-Jogo: Swansea x Everton (Campeonato Inglês 2016/17, 36ª rodada)


Praticamente cumprindo tabela, o Everton visitará o Swansea neste sábado, pela trigésima sexta rodada da Liga. Pouco restou para os Toffees na competição, além de terminar a temporada com a maior quantidade de pontos possível. O Swansea, por sua vez, joga mais um "jogo da vida" na sua luta contra o rebaixamento.

Novidades das equipes

Morgan Schneiderlin segue afastado do elenco e só deve retornar na rodada 37 contra o Watford

Schneiderlin, que foi desfalque de última hora contra o Chelsea, ainda não retorna ao time neste embate. Besic, segundo Koeman em entrevista coletiva nesta semana, ainda precisa de mais tempo para retornar ao elenco, mesmo tendo recuperado-se de sua lesão.

Pelo lado do Swansea, ficam de fora os lesionados Routledge, Rangel e Montero.

Curiosidades

O Swansea só venceu um dos últimos onze confrontos contra o Everton. Cinco vitórias e cinco empates completam os resultados.

O Everton nunca foi derrotado no Liberty Stadium em jogos válidos pelo Campeonato Inglês. São três vitórias e dois empates.

Três dos últimos quatro gols marcados pelo Swansea contra o Everton foram em cobranças de pênaltis.

Escalações prováveis

Swansea: Fabianski; Naughton, Fernández, Mawson e Olsson; Fer, Britton e Carrol; Sigurdsson, Ayew e Llorente

Everton: Stekelenburg; Holgate, Williams, Jagielka e Baines; Davies, Gueye e Barkley; Calvert-Lewin, Mirallas e Lukaku.

Transmissão: Watch ESPN (internet) - 13h30 (horário de Brasília)

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Pós-Jogo: Everton 0x3 Chelsea (Campeonato Inglês 2016/17, 35ª rodada)


O Everton recebeu o líder Chelsea no último domingo (30) em Goodison Park já sem grandes ambições no campeonato. O que, diferente da partida contra o West Ham na rodada interior, não interferiu completamente no nível de concentração da equipe. Apesar do 3x0 contra, o time fez um jogo bem decente até sofrer o gol de Pedro, quase na segunda metade do segundo tempo. 

O jogo

Mesmo com alguns desfalques - Schneiderlin, o principal deles - e enfrentando a força máxima do líder, foi o Everton quem dominou as ações no início do jogo.

Logo no segundo minuto, em escapada rápida pela esquerda, Calvert-Lewin recebeu em velocidade, passou por Azpilicueta e chutou de esquerda. A bola ainda bateu na trave após a defesa de Courtois antes de ser afastada por David Luiz.

O Chelsea respondeu em boa chance desperdiçada por Hazard, aos dez minutos, após receber bom lançamento de Diego Costa.

Cada equipe ainda teve uma boa chance antes do fim do primeiro tempo, ambas protagonizadas por seus artilheiros. Lukaku ganhou de David Luiz na força e bateu cruzado de direita com muito perigo. E Diego Costa aproveitou vacilo de Jagielka para ficar livre a frente de Stekelenburg, mas acabou errando a meta.

O jogo continuou equilibrado na segunda etapa, porém com um Everton sem tanto ímpeto ofensivo quanto o da primeira parte.

Aos sessenta e cinco, a partida mudou completamente sua cara quando Pedro acertou um chutaço de rara felicidade no ângulo de Stekelenburg. 

O Everton sentiu muito o gol tomado e, praticamente, nada fez para reverter o placar adverso. Ronald Koeman até tentou com algumas mudanças, como uma estranha entrada de Koné, que não participava de um jogo há meses. 

Por fim, o Chelsea aproveitou a apatia do Everton e marcou mais duas vezes. Primeiramente em uma cobrança de falta lateral muito estranha que passou no meio de barreira e contou com um Stekelenburg desatento para ceder o rebote para Cahiil guardar. E depois com William fechando o placar aproveitando o mal posicionamento da defesa do Everton no fim do jogo.

A derrota praticamente cravou a sétima colocação para o Everton, que não tem muito mais o que fazer no campeonato, a não ser, quem sabe, dar rodagem para os jovens que atualmente fazem parte do elenco.

Na próxima rodada, o Everton visita o Swansea no País de Gales.

Estatísticas

Everton
Chelsea
Posse de bola
50%
50%
Chutes
12
11
Chutes na meta
3
5
Escanteios
2
4
Faltas
13
11
Cartões amarelos
3
4
Cartões vermelhos
0
0

Melhores momentos
http://espn.uol.com.br/video/690861_premier-league-melhores-momentos-de-everton-0-x-3-chelsea

sábado, 29 de abril de 2017

Pré-Jogo: Everton x Chelsea (Campeonato Inglês 2016/17, 35ª rodada)


O Everton terá seu último grande desafio na temporada neste domingo, quando receberá o Chelsea em Goodison Park. Com chances quase nulas de ultrapassar alguma equipe e com o sétimo lugar garantido, a partida contra o líder passa a valer mais como uma forma de mostrar a evolução da equipe na temporada do que pelos pontos disputados. E, claro, uma ótima chance de dar o troco na equipe responsável pela pior derrota dos Toffees na temporada (5x0 em Stamford Bridge no primeiro turno).

Novidades das equipes


Enner Valencia está de volta aos relacionados após ficar de fora do empate contra o West Ham por questões contratuais. Besic, que ainda busca um melhor condicionamento físico após retornar de longo tempo afastado por lesão, pode aparecer como uma surpresa no banco.

Já o Chelsea terá todos os jogadores de seu elenco à disposição.


Curiosidades

Lukaku vem mantendo uma ótima sequência de gols em Goodison Park
Lukaku marcou em todos os nove jogos disputados pelo Everton em Goodison Park em 2017.

Romelu Lukaku falhou em marcar em todas as cinco oportunidades em que enfrentou o seu ex-clube de Londres pela Premier League.

O Everton venceu cinco das últimas sete partidas em que recebeu o Chelsea em Goodison Park.

Escalações prováveis

Everton: Stekelenburg; Holgate, Williams, Jagielka e Baines; Schneiderlin, Gana Gueye e Davies; Barkley, Mirallas e Lukaku.

Chelsea: Courtois; Azpilicueta, David Luiz e Cahill; Moses, Kante, Matic e Alonso; Hazard, Pedro e Diego Costa.

Transmissão: ESPN Brasil (TV por assinatura) - 9h55 (horário de Brasília)

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Pós-Jogo: West Ham 0x0 Everton (Campeonato Inglês 2016/17, 34ª rodada)


Em um dos piores jogos da temporada europeia, o Everton empatou por 0x0 com o West Ham em Londres. Com uma atuação bastante apagada, a equipe de Ronald Koeman pareceu já incorporar o ritmo de pré-temporada e pouco fez para buscar a vitória no Olímpico de Londres.

O jogo

Sem conseguir apresentar um futebol de bom nível fora de casa, a partida contra o West Ham era mais uma chance que o Everton tinha de mostrar uma evolução jogando longe de casa.

Infelizmente, mais uma vez a equipe acabou decepcionando. A partida lembrou muito as exibições da longa sequência sem vitórias na primeira metade da temporada. Um time apático e sem agressividade, que só foi ter a sua primeira finalização depois de setenta minutos de jogo, em chute rasteiro de Lookman. E praticamente ficou por aí.

O West Ham, apenas um pouco mais interessado no jogo, conseguiu criar algumas poucas jogadas de perigo, principalmente com o camisa dez Lanzini. Porém nada que justificasse um placar muito diferente.

Ao fim do jogo, Koeman declarou que só não substituiu os dez jogadores de linha no intervalo porque a regra não permite. Interessante ver que o treinador percebeu o quão fraco foi o nível de atuação, mas é verdade que a equipe vem jogando sem ambição fora de casa desde o início do campeonato e que, até agora (trigésima quarta rodada) isso não foi melhorado.

Com a vitória do Arsenal sobre o Leicester, o Everton tem chances quase nulas de ultrapassar alguma equipe na tabela, enquanto sustenta uma vantagem de quatorze pontos para o West Bromwich, oitavo colocado. Resta a equipe fazer um grande jogo de "despedida" contra o líder o Chelsea na próxima rodada, em Goodison Park, e sair de férias mais cedo.

Estatísticas 


West Ham
Everton
Posse de bola
41%
59%
Chutes
15
4
Chutes na meta
3
0
Escanteios
8
4
Faltas
9
15
Cartões amarelos
2
3
Cartões vermelhos
0
0

Melhores momentos

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Pré-Jogo: West Ham x Everton (Campeonato Inglês 2016/17, 34ª rodada)


Sem muitas aspirações na temporada, o Everton visitará o West Ham nesse sábado (22) por partida válida pela trigésima quarta rodada do Campeonato Inglês. Com a vaga na próxima Liga Europa praticamente garantida e dois jogos a mais que Arsenal e Machester United, seus concorrentes por uma posição melhor na tabela, resta à equipe de Ronald Koeman usar os jogos restantes para mostrar a força do elenco que servirá de base para a próxima temporada. A equipe não vem conseguindo, nem de perto, repetir suas atuações dentro de Goodison Park, quando sai de seus domínios. A partida contra o Hammers é uma boa oportunidade de mostrar que o Everton também pode fazer grandes jogos longe de casa.


Novidades das equipes

Jogador do West Ham, Enner Valencia não poderá atuar contra o clube ao qual está vinculado
Enner Valencia, jogador do West Ham emprestado ao Everton, ficará de fora dos relacionados por questões contratuais. Besic atuou por noventa minutos nesta sexta (21) no empate entre Chelsea 2x2 Everton pela Premier League sub-23 e, apesar de não retornar para a partida deste sábado, deve voltar aos relacionados nas próximas rodadas.

Pelo lado do West Ham, Andy Carrol e Sam Byram foram as adições desta semana a lista de machucados do técnico Bilic, que já conta com Michail Antonio, Obiang e Ogbonna. Já Mark Noble ficará de fora cumprindo seu segundo jogo de suspensão. Reid e Sakho são dúvidas e podem aparecer como novidades entre os relacionados.

Curiosidades

O West Ham só venceu um dos seus últimos dezessete confrontos contra o Everton. Cinco empates e onze derrotas completam os resultados.

O Everton não perde um confornto fora de casa para o West Ham desde abril de 2007.

Romelu Lukaku marcou nos últimos nove confrontos contra os Hammers.

Escalações prováveis

West Ham: Rhandolf; Reid, Collins e Fonte; Fernandes, Lanzini, Kouyaté e Cresswell; Ayew, Snodgrass e Sakho.

Everton: Robles; Holgate, Williams, Jagielka e Baines; Gana Gueye, Schneiderlin e Davies; Barkley, Mirallas e Lukaku.

Transmissão
ESPN Brasil (TV por assinatura) - 10h50 (horário de Brasília)

terça-feira, 18 de abril de 2017

Pós-Jogo: Everton 3x1 Burnley (Campeonato Inglês 2016/17, 33ª rodada)

Barkley foi pivô de polêmica com o The Sun
No último sábado (15), o Everton mostrou novamente sua força dentro do Goodison Park e bateu o Burnley por 3x1. Os Toffees chegaram aos 57 pontos, mesma pontuação do Arsenal, que tem dois jogos a menos.

O jogo

A partida não começou muito bem para o Everton. Os mandantes estavam esbarrando na forte marcação do Burnley, que por sua vez, levava perigo quando chegava ao ataque. Aos 17 minutos, Keane cabeceou no contrapé de Robles, mas Barkley evitou, em cima da linha, o gol dos visitantes.

O Everton tentou responder com Lukaku e Gueye, mas os chutes pararam em Heaton. Aos 33, após chutão da zaga, Vokes recebeu nas costas de Jagielka e tentou bater na saída de Robles, mas o espanhol fez a defesa.

Homenagens ao 28º aniversário da tragédia de Hillsborough
Um minuto mais tarde, Jagielka falhou de novo. O zagueiro recuou mal e a bola sobrou para Vokes, que bateu no meio do gol e desperdiçou mais uma chance para os Clarets. Aos 36, os Toffees conseguiram sua melhor chance na primeira etapa. Foi em um chute cruzado de Holgate que parou em boa defesa de Heaton.

Após um primeiro tempo ruim, os comandados de Ronald Koeman precisavam mudar, algo que aconteceu. Logo no começo da segunda etapa, Jagielka cabeceou na trave, mas mesmo caindo pegou o rebote e marcou pelo terceiro jogo consecutivo.  Quando parecia que o Everton iria controlar a partida, Robles tratou de mudar a situação. O arqueiro fez pênalti infantil em Vokes, que bateu no meio do gol e empatou o jogo no Goodison Park.

Jagielka marcou pelo terceiro jogo seguido
Á partir dai, foi um bombardeio dos mandantes em busca do segundo gol. Era um show de gols perdidos, Mirallas que o diga. O meia belga perdeu três chances claras de gol O Burnley continuava se segurando como podia, porém sofreu o gol com requintes de crueldade. Barkley chutou da entrada da área, a bola desviou em dois defensores e morreu no fundo das redes.

Após uma semana tensa, o meia desabafou na comemoração, mas o árbitro deu gol contra de Mee. Aos 29, Lukaku recebeu de Baines, girou para cima de Keane, ganhou na força e chutou de bico para dar números finais a partida. Esse foi o 24º gol do belga na Premier League, quatro a mais que Kane. Baines se tornou o primeiro defensor da Premier League a dar 50 assistências.

O Everton chegou a oito vitórias seguidas em casa no Campeonato Inglês, um recorde do clube na era Premier League. Com o resultado, os Toffees continuam com a mesma pontuação que o Arsenal, 57, que tem dois jogos a mais. Na próxima partida, o Everton vai até Londres defrontar o West Ham.

Estatísticas

Everton
Burnley
Posse de bola
63%
37%
Chutes
30
13
Chutes na meta
7
6
Escanteios
6
7
Faltas
15
14
Cartões amarelos
2
0
Cartões vermelhos
0
0

Gols da partida
http://espn.uol.com.br/video/686996_everton-vence-o-burnley-em-casa-ultrapassa-o-united-e-segue-sonhando-com-vaga-na-champions