sábado, 12 de setembro de 2015

Pós-Jogo: Everton 3x1 Chelsea


Na manhã de hoje (12), o Everton venceu o Chelsea por 3 a 1 em Goodison Park. Foi a primeira vitória dos Toffees em casa nesta Premier League. O resultado deixou a equipe na momentânea quinta colocação, com oito pontos.

O fato é que nem o mais otimista dos torcedores esperava este desfecho. A escalação original trazia três volantes – Barry, McCarthy e Besic –, mas quis o destino que o bósnio se machucasse e precisasse ser substituído logo aos oito minutos. Roberto Martínez apostou em Naismith, que já havia marcado três vezes contra o Chelsea em sua carreira. Besic evidentemente ficou muito irritado por perder a oportunidade que vinha merecendo há muito tempo, mas 'era por uma boa causa'.

Aos dezesseis minutos de partida, o Everton trabalhou a bola na intermediária. Naismith tocou para Galloway na esquerda e foi para a pequena área. Posicionou-se entre Zouma e Cahill e nem precisou sair do chão para conferir de cabeça, abrindo o placar. 


O Everton começou a mandar no jogo: três minutos depois, Coleman cruzou e Koné cabeceou para excelente defesa de Begovic. Na sequência, após cobrança de escanteio, Barkley rolou para McCarthy chutar de fora da área e exigir outra boa defesa de Begovic. Mas o dia era de Naismith: aos 21 minutos, o escocês recebeu de Barkley e chutou de canhota (não é a perna boa!), ampliando a vantagem.


Num dos raros descuidos defensivos do Everton, os visitantes descontaram, Aos 35 minutos, Matic arriscou de fora da área e achou o ângulo direito de Howard. O Chelsea melhorou no jogo e foi para cima. Conseguiu vários escanteios, mas as finalizações não saíam na direção da meta.

Na segunda etapa, o Everton voltou a atacar. Aos doze minutos, em contra-ataque, Lukaku carregou até a área e chutou forte; Begovic deu rebote e Terry recuou para o goleiro, que pegou com as mãos. O árbitro Andre Marriner, no entanto, deixou o jogo seguir. Aos 22', Naismith tocou para Lukaku, que novamente soltou a bomba e Begovic defendeu como pôde.

Roberto Martínez colocou Lennon na vaga de Koné. Foi a reestreia do winger, agora como jogador do Everton em definitivo. Quem também estreou foi o argentino Funes Mori, que entrou no lugar de Coleman, após o irlandês ter se machucado.

E para abrilhantar ainda mais a partida, aos 37 minutos, após boa troca de passes na meia-cancha, Barkley achou Naismith na grande área, que chutou de pé direito e anotou um hat-trick perfeito. O último hat-trick do Everton na Premier League havia sido em 2011, feito por Louis Saha sobre o Blackpool.


No próximo sábado, às 11h (de Brasília), o Everton vai ao País de Gales para defrontar o Swansea City.


Estatísticas:


Everton
Chelsea
Posse de bola
39%
61%
Chutes
14
15
Chutes na meta
9
2
Escanteios
7
14
Faltas
12
12
Cartões amarelos
2
2
Cartões vermelhos
0
0

Melhores momentos (na voz de Paulo Andrade):

http://espn.uol.com.br/video/542650_ingles-melhores-momentos-de-everton-3-x-1-chelsea

10 comentários:

  1. Vocês tem um grupo sobre o Everton no whatsapp?

    ResponderExcluir
  2. também queria participar do grupo do Everton no whats

    ResponderExcluir
  3. também queria participar do grupo do Everton no whats

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manda seu numero que te adiciono cara :-)

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  4. O Everton jogou muito, Naismith comeu a bola e eu acho que o funes mori dará muito certo no time do everton pois tem pegada e raça.

    ResponderExcluir